Para um atleta a dedicação para melhorar sua performance durante os exercícios é permanente. Portanto está constantemente medindo, comparando e adquirindo conhecimento para evoluir fisicamente e ampliar seus conhecimentos sobre desempenho e recuperação. Este artigo é sobre como você pode potencializar sua performance durante os treinos para conquistar melhores resultados.

 

PERFORMANCE ESPORTIVA

 

Primeiramente, definição de performance esportiva tende a ser bastante distinta em diferentes áreas de pesquisas, em resumo, de acordo com uma pesquisa científica o termo desempenho (ou performance) é conceituado como o processo e resultado das ações do corpo diante às exigências às quais um indivíduo é submetido. O desempenho esportivo é um componente inerente a vida do atleta que busca desde o início de sua jornada a melhor e mais eficaz execução possível do seu treino, com uma preocupação constante para não estagnar. Porém, vários fatores podem influenciar no resultado da performance esportiva durante o treino, o principal deles é a condição física do atleta.

 

Aqui evidencia-se 3 aspectos importantes e complexos da condição física com os quais o atleta precisa ter uma atenção especial: a fadiga muscular, a recuperação muscular e a oxigenação das células. É importante concentrar-se no conhecimento destes aspectos pois interferem diretamente na sua performance durante a realização do treino. Você conhece os dois principais tipos de fadiga muscular?

 

 Pesquisas científicas afirmam que fadiga muscular pode ser definida como a diminuição da capacidade de manter o rendimento durante a realização de exercícios físicos prolongado. Esse declínio de força que afeta o desempenho no treino pode ter duas origens distintas: Segundo Davis e Bailey em uma pesquisa de 1997*, a fadiga muscular de origem periférica, quando a alteração é causada dentro do músculo, ou fadiga neuromuscular de origem central, quando a alteração é causada na transmissão neuromuscular entre o sistema nervoso central e a membrana muscular.

 

Ambos os tipos devem ser considerados quando se trata de desempenho esportivo, e precisamos apontar que o processo de recuperação muscular que ocorre após o exercício físico é de extrema importância para o condicionamento físico dos atletas.

 

De acordo com pesquisas sobre fisiologia cardiorrespiratória o sistema de transporte e utilização de oxigênio envolve a capacidade do corpo em captar, fixar, transportar e utilizar o oxigênio, esse processo se identifica como resistência aeróbica.  Sabe-se que o fluxo sanguíneo aumenta muito durante a realização dos exercícios, devido o aumento da taxa metabólica. Durante a maior demanda de energia, os músculos recebem proporcionalmente maior quantidade de oxigênio, a função fisiológica tissular (onde o músculo recebe oxigênio) é a última etapa do processo de oxigenação. O atleta com melhor nível cardiovascular e respiratório conseguem manter os exercícios intenso por um período mais prolongado. Isso ocorre porque consegue fazer chegar ao musculo uma quantidade maior de oxigênio através da circulação sanguínea.  

 

Para melhorar seu desempenho é necessário cuidado com os 3 aspectos apresentados e este cuidado pode ser realizado com o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar de apoio composta   por profissionais da nutrição, educação física e fisioterapia em parceria ao uso de tecnologias que auxiliam no desempenho como ferramentas de estímulo de resultados. Como a tecnologia da fibra de alta performance que pode ser uma aliada na conquista da evolução. A Coltex produz os tecidos Innergy Care e Innergy fit que contém este tipo de fibra na sua composição.

 

CONHEÇA A TENCOLOGIA PRESENTE NOS TECIDOS INNERGY CARE E INNERGY FIT:

 

Fonte: Coltex Têxtil.

 

A tecnologia SENSIL INNERGY contém minerais na essência da fibra do fio de poliamida que convertem a energia do corpo humano em raios infra-vermelhos longos (FIR). Estes raios refletem ao corpo causando uma ativação celular profunda que melhoram o fluxo de oxigênio, a microcirculação sanguínea, tonifica a pele e melhora a elasticidade muscular. Como resultado, este tecido melhora a performance do atleta durante o treino e auxilia na recuperação muscular após a atividade física.

 

Este tecido melhora tanto a performance atlética quanto a aparência física, apresenta a sensação de bem-estar, tem toque suave e é excelente na absorção de umidade, os minerais também têm propriedades anti-odor. Além de ter a tag de Proteção UV 50+ comprovada, protegendo o atleta dos efeitos nocivos da luz do sol. Os minerais são incorporados de forma permanente à fibra, ou seja, não perde seus benefícios com as lavagens.

 

Gostou do conteúdo? Agende uma conversa com o representante mais próximo de você! Clique aqui e confira os contatos da nossa equipe de atendimento em todo o Brasil.